Meu valor subjetivo pelas coisas

“É meu valor subjetivo pelas coisas que transforma um simples objeto num objeto de valor especial, um objeto peculiarmente importante pra mim. Torno-me apegado a tais objetos apenas porque me rendo a eles, não porque eles se prendam a mim. Nenhuma casa me prende, eu me prendo à casa por causa do valor subjetivo que projeto nela. Objetos não me pegam e prendem. Eu os prendo. A prisão está em mim mesmo, em meus valores subjetivos baseados na incapacidade para compreender as limitações dos objetos, sua impossibilidade de me preencherem. Quando compreendo, a prisão desaparece e vejo a coisas como são. E este estado de ver é chamado indriyartheshu vairagyam, desapego em relação aos objetos dos sentidos”.
~ Swami Dayananda Saraswati, em “O Valor dos Valores” (Vidya Mandir, 1988)

More from Nando Pereira (Dharmalog.com)
Esse lugar existe? Montanhas Harz, Alemanha (FOTO)
Vi essa foto ontem do Tumblr “eighteen seconds before sunrise” e fiquei...
Read More
Join the Conversation

2 Comments

  1. says: Dauro Veras

    Belo post! Coincidência, agora mesmo eu tava lendo no blog da Gix sobre um técnico que formatou o HD do notebook dela. E há uma história sensacional nos comentários, sobre malas achadas no sótão.

Leave a comment
Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *