Sisifo e sua lista de afazeres nos tempos modernos, por Juan Astasio

Nessa charge de Juan Astasio (@juan.astasio), Sisifo escreve na pedra sua lista de afazeres, que contém 5 atividades, mas são todas as mesmas:

– EMPURRAR PEDRA
– EMPURRAR PEDRA
– EMPURRAR PEDRA
– EMPURRAR PEDRA
– EMPURRAR PEDRA

No detalhe, três delas estão feitas e ele está riscando a terceira, insinuando uma certa “normalidade”, eficiência e sentido na atividade absurda de ter que ficar empurrando as pedras pra cima repetidamente. Uma sacada genial de invocar o Mito de Sisifo, condenado pelos deuses a empurrar pedras para cima de um morro para vê-las rolar abaixo e então re-empurrá-las pra cima, eternamente, colocada dentro de uma figura simbólica comum da vida atual, a “lista de afazeres”, com nossas atividades incessantes e repetitivas e sem propósito.

Num dos comentários na publicação original dessa charge, um leitor diz, ironicamente, “Mais um dia produtivo!”.

Mas, como diria Camus, só é absurdo e repetitivo para quem tem consciência:

“Esse mito só é trágico porque seu herói é consciente. O que seria sua pena se a esperança de triunfar o sustentasse a cada passo? O operário de hoje trabalha todos os dias de sua vida nas mesmas tarefas, e esse destino não é menos absurdo.
Mas só é trágico nos raros momentos em que se torna consciente. Sísifo, proletário dos deuses, impotente e revoltado, conhece toda a extensão de sua miserável condição: pensa nela durante a descida. A clarividência que deveria ser o seu tormento consuma, ao mesmo tempo, sua vitória. Não há destino que não possa ser superado com o desprezo.”
– ALBERT CAMUS (em “O Mito de Sísifo”)

* * * * *

Imagem publicada originalmente em @newyorkermag

#omitodesisifo #sisifo #consciência #conscientização #albertcamus #camus #mitologiagrega #filosofiagrega #repetição #tédio #absurdo #samsara #matrix #ilusões #filosofia #filosofiadevida #produtividade #propósito #sentidadavida #todolist #prahoje #despertar

* * * * *

Publicado também no Instagram do @_dharmalog. Siga aqui

More from Nando Pereira (Dharmalog.com)
Leave a comment

Your email address will not be published.