Nossas guerras são epidemias psíquicas, por Carl Jung

NOSSAS GUERRAS SÃO EPIDEMIAS PSÍQUICAS

“Somos ameaçados em um grau terrível por guerras e revoluções que são nada além de epidemias psíquicas. Em um momento qualquer vários milhões de pessoas são acometidas de uma loucura e então nós temos uma outra guerra mundial ou uma revolução devastadora. A psiqué tem uma grande força, uma que ultrapassa em muitas vezes todas as forças da terra”.
– CARL G. JUNG (em “Jung: a Biography”, pp 307)

A força da psiqué ultrapassa em muitas vezes todas as forças da terra. Em muitas vezes. Todas as forças da terra.

Isso foi escrito entre a primeira e a segunda guerra mundiais.

Em “Civilização em Transição”, Jung diz:

“O homem coletivo tenta sufocar o individual, em cuja responsabiidade praticamente todo o trabalho humano reside. A massa como tal é sempre anônima e irresponsável, e os chamados “líderes” (fuhrer) são os inevitáveis sintomas de um movimento de massa. Os verdadeiros líderes da humanidade são aqueles que tomam conta de si mesmos, aliviando as massas do seu fardo, mantendo-se conscientemente distantes da cega
lei natural das massas em movimento. Mas quem será capaz de opor-se a esta força magnética que tudo domina, onde um se agarra no outro e o arrasta consigo? Somente disso é capaz quem não vive apenas no mundo das exterioridades mas tem seu mundo interior.”

Pra nossa reflexão.


Source

More from Nando Pereira (Dharmalog.com)
Felicidade, “uma experiência infinitamente pacifica”, no relato de Yongey Mingyur Rinpoche
O relato abaixo é do mestre budista Yongey Mingyur Rinpoche, um dos...
Read More
Leave a comment

Your email address will not be published.