“A aurora nunca nos encontra onde o poente nos deixou.” Kahlil Gibran

“A aurora nunca nos encontra onde o poente nos deixou.
Mesmo quando a Terra dorme, nós viajamos.
Somos a semente de uma planta forte e é
quando amadurecemos e atingimos nossa plenitude de coração
que somos dados ao vento e somos espalhados”.
– KAHLIL GIBRAN (1883-1931)

Um poema sobre a caminhada, o desapego, ouvir o vento, andar em liberdade, buscar a vida, andar mesmo à noite (mover-se na escuridão), semear, florescer, ser espalhado, ser “dado ao vento” (como parte do ciclo da vida que atingiu a plenitude, uma maturação), deixar-se espalhar naturalmente. Sobre a realização do coração.

#kahlilgibran #oprofeta #oadeus #thefarewell #theprophet #poemas #autoconhecimento #transformação #amadurecimento #viagem #frasedodia #poemadodia #poesiadodia #literaturaestrangeira #liberdade #felicidade #plenitude #coração #reflexão

* * * * *

Publicado também no Instagram do @_dharmalog. Siga aqui

More from Nando Pereira (Dharmalog.com)
“You make your own dream.
“You make your own dream. That’s the Beatles’ story, isn’t it? That’s...
Read More
Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *