Virginia Woolf sobre o problema de não contar a verdade sobre si mesmo

Se você não conta a verdade sobre si mesmo, não pode contar sobre os outros.
– VIRGINIA WOOLF

Uma primeira leitura dessa frase pode ser simples e direta: se você não se expressa com sinceridade e verdade sobre si mesmo, não terá capacidade de fazer isso sobre os outros. Num passo além, podemos reconhecer que se não nos envolvemos plenamente com a verdade, não vamos reconhecê-la (nem em nós, nem nos outros).

Mas gostaria de entender que esse “não conta a verdade sobre si mesmo” também se refere a uma sinceridade interna, não somente externa (de “contar” ou “não contar”). Uma visão interior sincera, sem disfarces, sem manipulações, sem “proveito próprio”. Porque a fruto mais importante dessa sinceridade talvez seja sanar a mentira que é uma obra egoíca, dos medos e esperanças que temos e que bloqueiam contatos mais profundos – com a verdade de quem realmente somos. É flagrar e parar a mentira que contamos sobre nós mesmos a nós mesmos.

Contemplemos. Com sinceridade.

More from Nando Pereira (Dharmalog.com)
Tableau!, Mário Quintana
Tableau! “Nunca se deve deixar um defunto sozinho. Ou, se o fizermos,...
Read More
Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *