Ame todo mundo e diga a verdade: a história de Ram Dass (Richard Alpert), Neem Karoli Baba e o Amor [VÍDEO]

A história de como o médico americano Richard Alpert, PhD em Psiquiatria, se tornou o mestre espiritual Baba Ram Dass, da inquietude e do encontro com Timothy Leary e as drogas psicolédicas nos Anos 70 à descoberta de Neem Karoli Baba (data de nascimento incerta – 1973), está neste filme de curta-metragem “Love Serve Remember” (Ame Sirva Lembre), produzido e dirigido por V Owen Bush. O filme é narrado pelo próprio Ram Dass, que conta alguns fatos essenciais da sua vida e como foi tocado pelo amor incondicional do seu mestre, Neem Karoli Baba, e como chegou às mensagens dos seus trabalhos posteriores, como “Be Here Now” (Ser Aqui Agora) e “Love Serve Remember“.

É um testemunho pessoal rico e tocante de como um grande sujeito ocidental bastante inquieto, que viveu o boom psicodélico dos Anos 70 e perto de ícones como Timothy Leary e Aldous Huxley, encontrou seu caminho e a personificação da resposta que procurava. Um dos aspectos interessantes do relato é a perspective ocidental que Ram Dass mantém de como entende a sabedoria oriental, e de “como nós no Ocidente não temos idéia dessas pessoas excepcionais” que estão na Índia e em outros lugares mais distantes de nós. Sentado numa cadeira com sua camisa havaiana e sobre um fundo de mandeira, Ram Dass fala da sua vida, de seus mestres e do seu momento atual com calma e gratidão, e podemos nos inspirar a andar num caminho de significado, aqui e agora.

“Ele estava bem aqui, e estava me olhando com amor incondicional. Amor incondicional. E eu nunca tinha sido olhado com amor incondicional antes, nem por meus pais, ou meus amigos ou minhas amantes, por ninguém. E eu senti amor. Senti amor. E senti algo acontecendo no meu coração.”
~ Ram Dass, em “Love Serve Remember” (filme)

Assista ao trecho de 21min de “Love Serve Remember” abaixo, com legendas em português (caso elas não sejam automaticamente reproduzidas, clique no controle logo abaixo do vídeo e selecione “Portuguese, Brazilian”, ou então veja neste link alternativo):

More from Nando Pereira (Dharmalog.com)
“A vida continuou previsivelmente para Vicky e Doug”…
“Você está certo, isso é o que eu quero.” ~ Vicky, para...
Read More
Join the Conversation

4 Comments

  1. says: namasteparvati

    Adorei o vídeo!
    Com certeza tem pessoas excepcionais longe de nós! Mas tem perto, também rs.
    Independente de religião, só pela curiosidade, vale a pena ver esse vídeo do link.
    Se estiver com pressa, olha só a moça que fala a partir do minuto 6:16 –

    http://www.youtube.com/watch?v=sItJHrQ259Y

    Vc eu não sei, mas eu fiquei muitíssimo impressionada com o relato. Não só por esse, mas também por um punhado de outros, similares. Ppte porque trabalho com pacientes oncológicos ha mais de 20 anos e sei que isso não se vê por aí. Impressionante.
    Namaste!

  2. Se a legenda não tiver ativada automaticamente, pode ser ativada usando o controle na parte de baixo do vídeo, na caixa cinza – selecione “Portuguese, Brazilian” (deve ser a única opção). Se o vídeo não aparecer, tente recarregar a página, geralmente resolve.

    ABS.

Leave a comment
Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *