“Onde o mito falha, o amor humano começa”: o amor imaginário e o real, dos Diários da francesa Anaïs Nin

“Onde o mito falha, o amor humano começa. Então amamos um ser humano, não nosso sonho, mas um ser humano com defeitos”.
~ Anaïs Nin, em “The Diary of Anaïs Nin”, Volume Three 1939-1944

A frase e a arte da ilustração com a frase da escritora francesa Anaïs Nin (1903-1977), originalmente em inglês (“Where the myth fails, human love begins. Then we love a human being, not our dream, but a human being with flaws”) é uma homenagem ao aniversário de nascimento da autora e estão no blog Brain Pickings, numa série de frases de artistas ilustradas. A imagem abaixo é de autoria de Debbie Millman e pode ser comprada no Etsy (U$25).

anaisnin_onlove_etsy

 

//////////

More from Nando Pereira (Dharmalog.com)
Join the Conversation

3 Comments

  1. says: LUIZ SERGIIO ROCHA

    BELO TRABALHO DE DEBBIE MILLMAN ACOPLANDO O FRASE-POEMA DE ANAIS NIN SOBRE A CONJUNTURA HUMANA EM SEUS DEFEITOS, PELOS QUAIS SURGE A OPORTUNIDADE DO NOSSO UNÍSSONO,ONDE CADA UM PODE SE DEFINIR EM: “EU SOU OS OUTROS”, BUDHA GAUTAMA.

    1. says: Sérgio Jorge Roca

      Nós, nossa realidade, e os mitos, as infinitas oitavas que somos… “Where the myth fails, human love begins. Then we love a human being, not our dream, but a human being with flaws”

Leave a comment
Leave a comment

Your email address will not be published.