A arte e a meditação expressando a experiência completa da mente, por Dzigar Kongtrul Rinpoche

A prática essencial da meditação é permitir que a mente se expresse livremente sem medo ou julgamento. Em cada momento de atenção nós encontramos impressões do mundo exterior através de nossa percepção sensorial e também do nosso mundo interno de pensamentos, sentimentos e emoções. Quando, através do processo da meditação, somos capaz de deixar essa incrível gama de experiência ser, sem tentar rejeitar o que tememos ou atrair o que sentimentos desejo – quando relaxamos nessa experiência sem tentar manipulá-la de qualquer maneira – nós temos uma experiência completa da mente, nua e inalterada. A arte, quando é livre de tais noções de beleza e feiúra, ‘deveria’ e ‘não deveria’s, pode ser usada para expressar essa experiência completa da mente. Quando a arte evolui para essa compreensão, dá a possibilidade para aqueles que a vêem de também experimentar a natureza espontânea e não-fabriacada de suas próprias consciências.”
~ Dzigar Kongtrul Rinpoche, em “Natural Vitality”

Dzigar Kongtrul Rinpoche é mestre da tradição Nyingma do Budismo Tibetano, é escritor e pintor “abstrato”. Nascido em 1964, é reconhecidamente um mestre moderno com fortes raízes na antiga tradição Nyingma, e que costuma dizer que o caminho espiritual é praticar e é viver, é “ser flexível, corajoso e explorador na face das alegrias e paradoxos da vida”. Mais da arte e de trechos deste livro você pode ver em dharma art fragments. Mais sobre Kongtrul Rinpoche pode ser visto no site da Mangala Shri Bhuti.

More from Nando Pereira (Dharmalog.com)
Se você quer um título universitário para compensar um complexo de inferioridade, abra mão do complexo: Joseph Campbell
Dois parágrafos desse texto do estudioso de mitologia e religião comparada Joseph...
Read More
Join the Conversation

3 Comments

Leave a comment
Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *