O que está faltando no mundo e o que há de bom passando despercebido, por Eckhart Tolle

Um dos principais ensinamentos do autor Eckhart Tolle (O Poder do Agora, Um Novo Mundo) fala sobre a mudança de paradigma que para muitos de nós ainda é muito difícil: o de reconhecer que “aquilo que você acha que os outros não lhe dão é justamente o que você não dá aos outros“. Nesse curto trecho traduzido do site tolleteachings.com, “Eckhart on Abundance” (Eckhart sobre Abundância), Eckhart explica o problema da mente habituada a ver escassez em tudo, como isso altera a visão da vida e receita um exercício simples para reverter essa “onda de falta de atenção e reconhecimento”.

“Há pessoas demais supervalorizando o que não são e subvalorizando o que são”.
~ Malcolm Forbes

//////////

Eckhart sobre Abundância
Por Eckhart Tolle

“Nosso planeta, seja no primeiro ou terceiro mundo, está passando por mudanças austeras que pode fazer a maioria de nós experimentar uma sensação de falta. Na verdade, nossas mentes podem se tornar habituadas a ignorar o que é bom e só ver o que falta. Quem é que reclama cronicamente de não ser tratado bem o suficiente?

Este é o “pobre pequeno eu” que a mente inferior se identifica. Essa parte de nós está sempre achando que os outros estão evitando lhes dar o que precisam, quando o que está realmente acontecendo é uma desidentificação com quem eles realmente são. Se você se vê como um fraco, uma pobre pequena pessoa abusada pelo mundo e pelos outros, então sua auto-imagem lhe sabotará suas relações, sua carreira e mesmo sua relação com dinheiro. Na verdade, a identificação com a escassez tende a viciar o ponto de vista de uma pessoa a ver escassez em tudo.

O primeiro passo para mudar sua identificação com a posição de vítima de “Eu sou desvalorizado e não recebo respeito, atenção e reconhecimento que mereço” é perceber o bem que já pode ser reconhecido e aproveitado na sua vida. O que quer que você pense que o mundo está evitando lhe dar, você está se impedindo de dar ao mundo. A razão pela qual você está impedindo isso é porque lá no fundo, muito embaixo da superfície da sua percepção, você acredita ser insignificante, fraco e não tem nada a contribuir.

Uma excelente prática para mudar essa identificação negativa pode ser, da próxima vez que você sentir falta de atenção, apreciação ou carinho de alguém — apenas dê essas qualidades positivas para aquela pessoa, de qualquer maneira. Você vai notar que assim que você começa a dar, você vai notar que você também começará a receber. A lei que diz que o que damos é o que recebemos é um experimento científico repetitível que você pode tentar todos os dias da sua vida pessoal”.

//////////

[ Foto por Evan Long, direitos BY-NC ]
More from Nando Pereira (Dharmalog.com)
A essencial arte de parar… numa das maiores estações de trem do mundo
Esse vídeo passou num dos intervalos do TED 2008: Frozen Grand Central....
Read More
Join the Conversation

4 Comments

  1. says: neide Rodriguez

    Acredito nisto sim. Criamos padrões de comportamentos ligados a escassez e reproduzimos isto em várias situações em nossas vidas!É necessário estar atento !

  2. says: Silvia Cohen

    Acredito que somos o que pensamos e recebemos de volta a nossa vida exatamente aquilo que doamos no nosso dia a dia. A vida eh um fluxo incessante de abundancia e acredito que tudo o que precisarmos estara sempre no aqui e agora. Reconhecer esse processo natural e ser grato ao Universo eh fundamental p/ experienciar a constante abundancia em nossas vidas.

Leave a comment
Leave a comment

Your email address will not be published.