A lógica dos tubarões

“Dizem que um jovem jornalista entrevistava Cousteau sobre o nosso temor aos tubarões e desejava saber quais as chances de um de nós escapar no enfrentamento direto com um desses estupendos animais. O cientista respondeu que as probabilidades de sair ileso eram nulas. O jornalista não se satisfez, e perguntou, em sequência, se o tubarão atacaria se já estivesse alimentado, se fosse de noite, se estivéssemos numa jaula, se fossemos muitos, se carregássemos um arpão, se entregássemos alguma isca etc. A cada pergunta, a resposta de Cousteau era a mesma: o bicho atacará de qualquer modo. Irritado, o jovem bradou: mas isso não tem lógica! Com paciência, o genial pesquisador dos mares retrucou: “Tem, sim, mas é a lógica do tubarão.”
~ Mario Sergio Cortella, em “Outras Idéias”, hoje na Folha

More from Nando Pereira (Dharmalog.com)
0 replies on “A lógica dos tubarões”