“Oi Lucy”: Sharon Salzberg e a arte de lidar com seu próprio crítico interno

Texto maravilhoso da Sharon Salzberg com uma sugestão preciosa para a vida. Também vou dar um nome para meu crítico interno.

//

OI LUCY
Por Sharon Salzberg

“O problema com a incessante auto-crítica não é só meu, claro. Muitos sofrem disso. Ao longo do tempo, começamos a sugerir que as outras pessoas a darem um nome para o crítico interno… dê as roupas, dê uma persona. Porque tudo vai depender de como você se relaciona com esse crítico interno.

Coloquei o nome de Lucy pra minha crítica interna – por causa da personagem do Charlie Brown. Tinha visto um quadrinho onde a Lucy estava falando com Charlie Brow. Ela disse, “sabe qual é o seu problema, Charlie Brown? O problema é que você é você”.

Andei um bom tempo em volta de uma mesa onde alguém havia deixado esse quadrinho e meus olhos caíam nessa fala várias vezes. Mesmo depois todos os meus anos de prática, essa é uma voz familiar pra mim – a voz da minha crítica interna. Mas aqui tem uma diferença

Pouco tempo depois de ver o quadrinho – e ter nomeado minha crítica interna de Lucy – algo realmente bom aconteceu a mim. Eu flui naturalmente em uma postura de yoga que tinha me fugido há anos. O primeiro pensameneto que tive foi:
“Nunca vou conseguir”.
E então respirei. E respondi àquele pensamento:
“Oi Lucy. Relaxe. Apenas relaxe”.
Não foi “você está certa Lucy. Você está sempre certa”.
Não foi “não acredito que a Lucy ainda tá aqui depois de todo esse trabalho. Tenho vergonha de mim”.
Foi: “oi Lucy. Relaxe”.

Algumas vezes convido a Lucy para uma xícara de chá e sento com ela. Mas não deixo ela assumir o controle. Podemos ser hospitaleiros e até gentis, mas só para dá-la um espaço. Agora estou consciente da Lucy. E sei que minha consciência é mais forte que ela.”

//

Tradução @_dharmalog

#sharonsalzberg #críticointerno #autocrítica #superego #charliebrown #lucy #autoconhecimento #consciência #autoobservação #terapia #quadrinhos #psicologia

* * * * *

Publicado também no Instagram do @_dharmalog. Siga aqui

More from Nando Pereira (Dharmalog.com)
“Se”, um poema de amor, vida e reflexão do Professor Hermógenes (1921-2015), mestre do Ioga no Brasil
A penúltima publicação do blog do Instituto Hermógenes antes do falecimento do...
Read More
Leave a comment

Your email address will not be published.